quarta-feira, 19 de abril de 2017

A Cultura do Espaço Virtual (4) - Anos 60

A partir dos anos 60 aconteceram profundas alterações nos modos de produção artística do século XX como reflexo de fenómenos sociais que marcaram um novo tempo de contestação à ordem instituída e afirmação de novos valores.

Alguns filósofos e historiadores afirmaram que a revolta de Maio de 68 foi o acontecimento revolucionário mais importante do século XX, porque ter sido uma insurreição popular que superou barreiras étnicas, culturais, de idade e de classe.

O movimento hippie foi um comportamento coletivo de contracultura dos anos 60. Uma das frases associadas a este movimento foi a célebre máxima "paz e amor" ("peace and love) e esteve na base da contestação à guerra no Vietname. As questões ambientais, a prática de nudismo e a emancipação sexual eram ideias respeitadas recorrentemente por estas comunidades.

Surgiram os movimentos de libertação da mulher que puseram em causa os papéis tradicionalmente atribuídos ao sexo feminino.

Estes movimentos fizeram ouvir a voz da juventude que desafiava a ordem instituída de forma irreverente e propunha novas formas de encarar a sociedade.

Dado o seu carácter reivindicativo e de contestação perante a ordem estabelecida, este fenómeno é designado por contracultura*.
*Contracultura - conjunto de ideias e comportamentos que se opõem ou se diferenciam das instituições e dos valores dominantes de uma sociedade

A publicidade afirmou-se como um sistema de comunicação global dominando as subculturas ditas marginais, colocando-as no centro da indústria consumista dirigida às camadas mais jovens.

O mundo continuava a transformar-se.